Por Cristina Padiglione | Saiba mais
Cristina Padiglione, ou Padi, é paga para ver TV desde 1990, da Folha da Tarde ao Estadão, passando por Jornal da Tarde e Folha de S.Paulo

Leandro Karnal pula de bungee jump na estreia de seu programa na CNN

Leandro Karnal se prepara para saltar de uma altura espetacular / Divulgação

O que significa ser livre, esse termo a que tanta gente se refere de modo muitas vezes equivocado? Esse é o ponto de partida da edição de estreia do Universo Karnal, programa que o historiador e professor Leandro Karnal terá na CNN Brasil aos sábados, às 23h, a partir do dia 13.

A ideia é apresentar reflexões sobre temas do dia a dia que podem parecer comuns, mas que trazem em si questões relevantes para quem busca autoconhecimento e compreensão dos modos de vida das sociedades da atualidade.

O que é ser livre? É possível ser livre mesmo encarcerado em uma cela? Como expressar liberdade por meio do corpo? E como se livrar de amarras sociais pode levar à liberdade? Ser livre traz mais ou menos felicidades? Para responder a esses questionamentos, Karnal se cerca de personalidades de perfis muito distintos: o rapper Dexter e a drag queen Íkaro Kadoshi.

E para endossar na prática parte de suas reflexões, o próprio Karnal encara seus medos e se desafia, em nome da liberdade, em um salto de bungee jump de altura espetacular.

“Universo Karnal” quer mostrar que qualquer um, em qualquer fase da vida, pode fazer algo pela primeira vez.

Esta blogueira, que por boa parte da vida sonhou em pular de pára-quedas ou asa delta, não tem tanta certeza disso, mas promete ouvir atentamente ao que Karnal tem a dizer, como sempre.

Nos episódios a seguir desta temporada, igualmente partindo de temas que nos são caros para a vida e rendem profundas discussões, o historiador recebe figuras como Fafá de Belém, Amyr Klink, Roberta Miranda, Maria Homem, Val Marchiori, Christian Dunker e o gari Sorriso.

As gravações da primeira temporada se dividiram entre o Museu de Arte Contemporânea de São Paulo e cenários relacionados ao tema de cada episódio, num total de sete programas.

“Eu sempre dizia, em palestras, que o mundo da pandemia obrigou a todos a uma reinvenção. O Universo Karnal, na CNN, foi minha resposta pessoal e prática à teoria que eu defendia. Acho que todo mundo ficará surpreendido”, diz Karnal.

A chegada do Universo Karnal faz parte de uma proposta do canal para buscar temas mais leves e reconfortantes do que as hard news do dia a dia. Há menos de um mês, o canal lançou Entre Mundos, com Pedro Andrade (ex-Manhattan Connection), aos domingos, e vem se dando bem.

Desde que assumiu o comando do canal, no início do ano, a jornalista Renata Afonso tem operado uma mudança de perfil na CNN Brasil, emissora que completará dois anos em março de 2022. As mudanças mais significativas estão nas recentes saídas de Caio Coppolla e Alexandre Garcia, dois nomes muito alinhados à defesa do governo Bolsonaro, inclusive corroborando informações sabidamente equivocadas sobre saúde e meio ambiente.

Nessa mudança de perfil, em curto prazo, o canal pode pagar o preço de ver a torcida bolsonarista migrar em peso para a recém-inaugurada Jovem Pan News, inaugurada no último dia 27 e que tem lhe feito frente nos números de audiência da CNN. A longo prazo, no entanto, a busca pelo equilíbrio editorial da CNN se mostra promissora.

 

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Cristina Padiglione

Cristina Padiglione