Por Cristina Padiglione | Saiba mais
Cristina Padiglione, ou Padi, é paga para ver TV desde 1990, da Folha da Tarde ao Estadão, passando por Jornal da Tarde e Folha de S.Paulo

Empresária do Porta dos Fundos vira chefe de produções dos estúdios da Viacom

Tereza Gonzales, CEO do Porta dos Fundos, agora head da Viacom Studios no Brasil/Divulgação

Após cinco anos no comando do canal Porta dos Fundos, Tereza Gonzalez vai assumir o cargo de “head” Brasil do Viacom International Studios. Significa que ela passa a comandar as produções nacionais da grife, não só para os canais da programadora (Comedy Central, MTV e Nickelodeon, além do conteúdo do próprio Porta dos Fundos, que é um braço da Viacom), mas também para plataformas externas, como Netflix, Amazon Prime ou outras searas.

O TelePadi antecipou a notícia sobre o novo cargo de Tereza, mas informou que a ela caberiam as produções nacionais destinadas aos canais da Viacom. A assessoria de imprensa da Viacom pediu então uma correção sobre suas atribuições.

“O novo cargo da Tereza não tem relação direta com os canais da Viacom (Comedy Central, Nickelodeon e MTV)”, sendo “focado no VIS (Viacom International Studios)”. Segundo a empresa, “Tereza, como diretora sênios da Viacom International Studios”, para a ter as seguintes missões:

  • Responsável pela negociação de vendas e entrega de toda a produção de terceiros do Porta dos Fundos no Brasil e em outros países, incluindo a globalização da marca começando com o México;
  • Responsável pela negociação de vendas e entrega de produção de conteúdo VIS (Viacom International Studios) no Brasil – todo o conteúdo que não é relacionado à marca VIMN (Viacom International Media Networks). Para este tipo de negócio, ela pode trazer novos conteúdos e talentos (escritores, diretores, etc), mas também deve trabalhar junto com Mercedes Reincke, VP Content Development. Uma vez vendido um original ou uma pré-compra, terá de trabalhar com a equipe de produção do VIS (Viacom International Studios);
  • Responsável pelas vendas globais de conteúdo do Porta dos Fundos (no Brasil, LATAM e ROW);
  • Responsável por todas as vendas de conteúdo do VIS (Viacom International Studios) no Brasil (produções originais, formatos, co-produções, pré-compras) relacionadas às marcas VIMN (Viacom International Media Networks) para qualquer tipo de cliente.

A Viacom está procurando outro nome para comandar os esquetes e a área de branded content do Porta, mas Tereza segue cuidando das séries e especiais do grupo, inclusive para outras empresas, como Netflix e HBO, caso do Greg News, ou GNT, casos dos programas lá comandados por Fábio Porchat.

Sob a batuta de Tereza Gonzales, o Porta dos Fundos cresceu, fez séries, filme para o cinema, foi indicado ao Emmy Internacional, foi vendido para a Viacom e abriu um canal no México, dando à marca uma dimensão internacional.

“O Viacom International Studio (VIS) pode realizar produções para os canais do grupo – isso fica na responsabilidade do departamento de produção liderado por Roger Carlomagno –, mas também pode produzir para terceiros como Netflix, Amazon Prime ou qualquer outro provedor de conteúdo. Esta última parte é que ficará na responsabilidade de Tereza”, reforça a assessoria da Viacom ao blog.

Registrado.

 

(Texto alterado em 17 de julho de 2019, às 11h45)

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Cristina Padiglione

Cristina Padiglione