Por Cristina Padiglione | Saiba mais
Cristina Padiglione, ou Padi, é paga para ver TV desde 1990, da Folha da Tarde ao Estadão, passando por Jornal da Tarde e Folha de S.Paulo
Tá Bombando

Luís Lobianco vai do homofóbico ao gay celebração em seu 1º protagonista no cinema

Luís Lobianco no filme 'Carlinhos e Carlão'

Enquanto se multiplica em três canais de TV (sem contar o Porta dos Fundos, pela internet), Luís Lobianco honra expediente que pela primeira vez o faz protagonista de um filme. Em “Carlinhos e Carlão’, com direção de Pedro Amorim (que fez “Mato Sem Cachorro”, “Superpai”! e “Divórcio”), Lobianco é um homofóbico durante o dia e um gay extrovertido e carismático à noite. O longa acabou de ser rodado agora em outubro.

Some a isso sua presença nas três últimas temporadas do “Vai que Cola”,  no Multishow, maior audiência da TV por assinatura, e a personificação do vilão Randolfo na série “Valentins”, que terá 2ª temporada em 2018, pelo canal Gloob. Também pode ser visto em “Portátil”, série de TV feita para o canal Comedy Central, criada a partir do espetáculo de improviso homônimo, que concorre ao Emmy Internacional.

O humorista, é bom dizer, está ainda em negociação com a Globo para uma possível escalação em “De volta para Casa”, novela de João Emanuel Carneiro, que entra em produção agora, para substituir “O Outro Lado do Paraíso”. No teatro, está em cartaz no monólogo “Gisberta”.

 

 

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Cristina Padiglione

Cristina Padiglione