Por Cristina Padiglione | Saiba mais
Cristina Padiglione, ou Padi, é paga para ver TV desde 1990, da Folha da Tarde ao Estadão, passando por Jornal da Tarde e Folha de S.Paulo
O que tem de bom?

Amazon planeja lançar sistema em português em 2018 e procura conteúdo brasileiro

O cineasta Woody Allan, que desenvolveu séries para a Amazon, sob encomenda

Não é à toa que a Netflix tem investido mais e mais no Brasil como mercado de grande consumo de vídeos por streaming, inclusive contratando recentemente uma executiva da HBO Latin America, Maria Angela de Jesus, para cuidar de suas produções por aqui. O grande potencial do país nesse quesito atrai também sua principal concorrente nos Estados Unidos a fazer apostas locais com conteúdo local.

A Amazon começa a vasculhar, aqui e ali, conteúdo de audiovisual em língua portuguesa, proposta que vem abraçada com o projeto de lançar um sistema no idioma em 2018. Atualmente, o serviço de venda de streaming da Amazon por aqui é todo em inglês, com cobrança em dólar.

A informação de que a Amazon procura conteúdo em língua portuguesa circula livremente entre os expositores da MIPCOM, feira de audiovisual que reúne players, produtores e distribuidores do mundo todo, em Cannes, representando o mais relevante evento do segmento no mundo todo.

A produtora brasileira Chatrone já tem um pé dentro da Amazon. A empresa desenvolveu para aquela plataforma  uma série infantil,  “Mommy Knows Best”, uma série para ser exibida para crianças em fase pré-escolar, fora do Brasil.

 

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Cristina Padiglione

Cristina Padiglione